Postagens

Mostrando postagens de Março, 2008

A ressurreição de Jesus

“E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé” (1 Co 15.14) Servimos a um Cristo que venceu a morte, removendo qualquer dúvida a respeito do Seu Reino. A ressurreição de Jesus é a razão de ser do cristianismo, o cerne da nossa fé. Ele mesmo deu testemunho de ser a ressurreição e a vida. Se Jesus não estivesse vivo, seríamos como os idólatras que servem a deuses mortos que nada podem fazer por seus seguidores. Logo, nossa pregação perderia a eficácia.
.: A ressurreição profetizada Os principais acontecimentos relacionados à vida terrena de Jesus foram revelados por Deus de maneira prévia a fim de calar qualquer argumento contrário à divindade de Jesus. A ressurreição de Jesus foi predita: a)Pelo Rei Davi: “Pois não deixarás a minha alma no inferno, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção”(Sl 16.10) b) Pelo profeta Isaías: “quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do SENHOR…

A morte vicária de Jesus

.: Introdução
A expressão “vicária”, segundo o Dicionário Aurélio, vem latim vicariu e dá idéia de alguém “que faz as vezes de outrem”, de substituição.
A morte de Jesus não foi apenas a morte de um herói ou de um simples mártir. Cristo padeceu em nosso lugar, pagando diante do Pai a dívida do pecado que para nós era impossível de ser quitada.
Vejamos algumas lições espirituais extraídas do sacrifício expiatório de Jesus.

.: A penalidade da culpa
Uma dos atributos divinos é a justiça. Assim, o pecado cometido por nossos primeiros pais ofendeu a santidade do Senhor e isto implicou em uma penalidade pela culpa: morte física e morte espiritual (separação de Deus).
“A alma que pecar, essa morrerá” (Ez 18.20)E esta penalidade é extensiva a toda a humanidade, já que cada ser humano já nasce pecador, pois possui uma natureza decaída que se opõe ao plano original de Deus.
“Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por i…