sábado, 26 de novembro de 2011

Fim de Ano, tempo de... agradecer



Dezembro, Natal, presentes, rèveillon, banquetes e votos de um ano próspero. Mais um ano se foi. É sempre assim.
Somos irremediavelmente levados a pensar em planos não executados, sonhos não realizados e desejos não saciados.
Contudo, nem sempre nos lembramos das dádivas, colheitas e bênçãos usufruidas por única e exclusiva obra e graça de nosso bondoso Deus.
Quantos alvoreceres e crepúsculos, incalculáveis tolenadas de oxigênio respiradas, o trabalho (ainda que humilde) o qual nos garantiu o pão nosso de cada dia. Isso sem falar no teto que nos abrigou do calor do dia e do frio da noite. Quanta graça em possuirmos uma família que nos ama.
Oh que dádiva de possuirmos amigos, irmãos e até inimigos, pois em função deles nos tornamos melhores e para eles podemos também ser canais das bênçãos de Deus.
Se as lutas, provações e tentações não foram poucas, dê graças a Deus, pois as vitórias também são proporcionais a elas.
Neste final de ano, pare um pouco para agradecer... por TUDO.
Pare de se questionar e de questionar a Deus. Que a sua e a minha indagação seja a mesma do salmista Davi: "Que darei eu ao Senhor por todos os benefícios que me tem feito?".
Obrigado por sua companhia e amizade ao longo deste ano.
Boas Festas e que 2012 seja pleno de realizações, paz, prosperidade e da graça de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.